Uma Tarde Parisiense

12 jan

“Ela está sentada em um café, próximo ao Museu do Louvre, lendo Os Miseráveis de Victor Hugo. Uma sacola contendo mais cinco livros da literatura francesa estava na cadeira à sua frente. Sempre os comprava, não importa em que país estivesse. E andava precisando treinar seu francês. O garçom chega com seu café e croissaints.

Alguns minutos se passaram e o verão em Paris lhe caía bem. Sentia-se como se estivesse em um pequeno chalé particular, curtindo o sol e o ar daquela tarde. No dia anterior havia comprado um vestido novo, que em seu ponto de vista, era o que chamava de “à la paris”. Era isso que vestia e uma sandália de salto pequeno.
Lia e bebia seu café calmamente, relaxada, sem perceber o mundo à sua volta.

Alguém parou perto de sua mesa, fazendo sombra sobre ela. A irritação de ser atrapalhada e interrompida lhe irritou. Fechou o livro e levantou o rosto para ver quem estava lá. E lá estava ele, depois de dez anos. Com aqueles mesmos olhos azuis e o mesmo sorriso tímido. Como era possível? Como ainda se parecia tanto com a imagem que ela tinha gravada na memória? Como estava ali depois de tanto tempo? Um calafrio percorreu todo o seu corpo, seus músculos estavam travados. Ela jamais esperava vê-lo novamente.
Ele a cumprimentou e perguntou se podia se sentar, ela assentiu com um movimento de cabeça. Ela respirou fundo e abriu um sorriso. Os dois começaram a conversar, normalmente, como se nada tivesse acontecido anteriormente e aquilo fosse apenas um encontro inesperado entre duas pessoas que costumavam se conhecer.
Por dentro, ela sentia um certo temor e nervosismo. Ele disfarçava bem, mas também sentia o mesmo. As coisas foram muito abruptas dez anos atrás e nunca mais se falaram ou se viram. Agora estavam ali, em um café em Paris, conversando e rindo. Ela não queria tocar nos assuntos do passado, muito menos ele, embora os dois ainda pensassem muito nisso.

Depois de algum tempo, decidiram caminhar pelas ruas, apreciando o que Paris tinha a oferecer. A tarde estava realmente bonita, o sol os aquecia e os fazia lembrar dos verões que passaram juntos. Um ainda era apaixonado pelo outro, o sentimento havia sido guardado por todos esses anos bem no fundo do coração e agora despertava com esse reencontro.
Chegaram à porta de seu hotel e, sem acreditar que tivera coragem, ela perguntou se ele queria subir. Nitidamente com vergonha, como sempre, ele disse que sim. Os dois estavam bem próximos um do outro no elevador e suas mãos se encontraram. Como se fosse um gesto mais do que natural, entrelaçaram seus dedos e entraram no corredor. Enquanto ela colocava as chaves na porta, ele a puxou para perto e deu-lhe um beijo. Demorado, apaixonado, urgente. O beijo ainda era o mesmo, o gosto ainda era o mesmo de antes, ela concluiu. Naquele momento era como se aqueles dez anos de separação jamais tivessem existido. Ela se desvencilhou do beijo e abriu a porta. Com um sorriso no rosto, ele pegou-a pela cintura novamente e os dois entraram no quarto.”

Por Lisiane Paixão, escrito em 10 de Janeiro de 2012.

Bem, eu escrevi esse texto uns dias atrás e ele é baseado em um sonho que eu tive. Para a maioria, algumas coisas não vão fazer sentido, mas nem tudo na vida tem que fazer. E a repetição das palavras “ele” e “ela” é proposital, já que eu não quis dar nomes aos personagens.
É isso, espero que gostem! (:

Anúncios

2 Respostas to “Uma Tarde Parisiense”

  1. Lilah Aoki janeiro 13, 2012 às 9:09 am #

    Que texto lindo *-* Consegui imaginar as cenas direitinho. Sério. Romance e Paris são coisas inseparáveis mesmo, senti todo o feeling da coisa hohoho e sei lá, dez anos parece tanto tempo e, na verdade, tem coisas que nunca vão mudar. É complicado e seu post me fez pensar agora… asuasuashah

  2. Karina janeiro 13, 2012 às 4:28 pm #

    Você e esses seus sonhos…. Quem dera os meus sonhos rendessem um post tão bom. Adorei, mas você já sabe que eu gosto do que você escreve, né? Imagino isso de cena final bem linda pra um filme bem lindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: